Meio Ambiente e Tecnologias Futuras

.

Veículos Elétricos são o Transporte do Futuro

Deixe um comentário

Carro elétrico na estação de abastecimento

O abastecimento dura 30 minutos e oferece uma autonomia de 180 quilômetros.
© Petair – Fotolia.com

Poucos eletropostos ainda são impasse para popularização dos veículos elétricos.

Aqui no Brasil, por ainda não estar muito difundido, o carro elétrico é muito raro de ser visto nas ruas. São Paulo e Rio de Janeiro são as cidades onde é possível encontrar com mais facilidade esse tipo de automóvel, o que não quer dizer que a aceitação dos brasileiros a essa nova mobilidade verde seja menor.

Hoje, o principal problema é recarregar o carro elétrico, pois quase não há eletropostos nas cidades. Em São Paulo, por exemplo, há apenas um  para atender todos os carros elétricos da cidade. Mas como a frota dessa mobilidade verde é pequena, isso (ainda) não é um transtorno.

                                                                            Abastecimento

O abastecimento dura, em média, 30 minutos e oferece uma autonomia de 180 quilômetros. Mas carregadores de carga lenta chegam a demorar muito mais tempo: de seis a oito horas para recarregar totalmente uma bateria de lítio.

Para abastecer, basta se dirigir a um eletroposto e conectar a mangueira ao carregador. É como carregar um celular, só que o carregador é gigante. E ele se conecta ao ponto de energia do carro localizado onde normalmente é o tanque.

                                                                                Benefícios

Essa mobilidade verde, além de ecológica é barata. Recarregar uma bateria por 30 minutos, que equivale rodar 180 quilômetros, custa R$ 10. Um automóvel abastecido com etanol, por exemplo, para rodar a mesma distância custa cerca de R$ 26,00. E com gasolina sai mais caro: cerca de R$ 30,00.

Por isso que a Prefeitura de São Paulo apoia os carros elétricos, principalmente para uso dos taxistas. Atualmente, a Prefeitura da capital paulista conta com uma frota de dez carros elétricos, ou melhor, táxis elétricos. A estimativa da Universidade de São Paulo (USP) é que até 2020 haja 500 mil carros elétricos no País, o que representará 1,2% no mercado de automóveis. Essa baixa participação ocorre por conta dos altos preços dos veículos elétricos. Um carro elétrico pode custar quase 50% a mais que o mesmo modelo abastecido por combustível. Essa diferença significativa de preço inibe a adesão ao carro elétrico, que é mais ecológico por não poluir.

Em contrapartida, a sobrecarga energética causada pelo excesso de recargas simultâneas no sistema de abastecimento elétrico das cidades é apontado como um problema a ser enfrentado pelos grandes centros urbanos num futuro próximo. Os especialistas apontam que é preciso desde agora fazer um estudo para se calcular quanto de energia será consumida, assim como os hábitos dos cidadãos para saber quais serão os horários e dias de pico de recarga para se contornar essa questão.

Anúncios

Autor: Alessandra Ribeiro

Sou uma pessoa interessada em tecnologias que facilitam a vida das pessoas e das cidades, sem agredir o meio ambiente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s